Uso do permanganato de potássio

Quanto ao uso do permanganato, eu tenho experiencia de mais de 30 anos usando ele, desde quando o alemão que me ensinou a criar guppies utilizava o PP (permanganato de potassio) para quase todos os problemas que apareciam e até mesmo como preventivo, e eu tenho todos esses ensinamentos anotados aqui comigo e é o produto que eu mais uso na minha criação contra doenças.

Sei que existem controvérsias sobre o assunto, mas eu vejo muitas vantagens sobre o seu uso ao invés de remedios muito agressivos que existem atualmente. Eu tenho visto mesmo que os americanos voltaram a utiliza-lo para muitas finalidades, pois tenho visto muitas indicações dele.

Eu poderia escrever muito só sobre o permanganato e o seu uso, o problema é tempo, pois ando apertado de serviço, mas pelo menos vou começar com alguma coisa: O PP, de formula química KMnO4, é um alcali caustico que oxida matéria orgânica, portanto não é propriamente um remédio , e é amplamente usado como um poderoso agente oxidante e como desinfetante numa grande variedade de aplicações.

Ele pode ser utilizado até como clarificador para reduzir a carga orgânica de aquários que foram alimentados em excesso.. Também é utilizado para desinfetar plantas novas que forem adquiridas, matando parasitas que nela podem estar instalados. Isso sem falar na amônia.

O PP quando usado nas dosagens corretas é muito menos toxico do que outros tipos de tratamento. O PP é considerado o complemento perfeito para tratamentos à base de sal como forma de atuar em doenças de peixes, e é isso que sempre eu fiz.

Eu não sou químico, mas tenho as velhas anotações e ainda estudei que o PP dissolvido na agua forma o íon permanganato (MNO4-) e o dióxido de manganês(MnO2). Essa reação liberta 2 átomos de oxigênio que reagem agressivamente com outras moléculas organicas, alterando suas estruturas e propriedades.

Esses ions de permanganato matam parasitas oxidando suas barreiras de celulas. Já o dioxido de manganês forma complexos de proteina que atacam o sistema respiratorio dos parasitas., matando eles.

O grande cuidado são nas dosagens , pois se não feitas corretamente podem prejudicar as brânquias dos peixes.

Pode ser usado nos casos de:

Infecções por bactérias, que é uma das coisas que mais matam guppies. Com o PP, as perdas são minimas. Infecções por fungos e diversas outras, como algumas das listadas abaixo:

Saprolegnia, Costia, Chilodinella, Ichtio, Trichodina, Gyradactylus, Dactylogyrus, Argulus, Lernea, Columnaris, Aeromonas, Pseudomonas.

Mas não adianta colocar o PP em aquários já com carga alta de material organico, que ele não curará qualquer doença, pois ele não atuará , ou seja, ele passa de uma cor rosada para quase marrom, indicando que não está mais atuando. Por isso só uso ele em aquários sem substrato nem plantas , e somente com água limpa, e é até recomendado que antes de usar o PP, se substitua 30% da água por água nova, antes de se tentar curar qualquer doença.

Alguns problemas com peixes, como Argulus, Lernea, Costia e Chilodinella, somente teremos bons resultados com banhos de imersão (10 a 25 ppm durante 90 minutos).
O permanganato de potassio também é muito bom no tratamento de Columnaris, Aeromonas, e a infecções por fungos.

Contra icthio a dosagem é de 1 ppm (1 mg/l), sendo que esse tratamento é menos toxico para os guppies do que o tradicional sulfato de cobre.

Mas temos que tomar certos cuidados no uso do Permanganato de Potassio, pois o mesmo é um poderoso oxidante e altamente caustico, e também é um veneno. Ele é prejudicial por ingestão, absorção pela pele e também por inalação.

Se possível usar luvas no seu manuseio. Ele mancha a nossa pele, deixando-a marrom por até 12 horas.

Não usar em peixes que tenham alguma ferida aberta.

Não deve ser usado em conjunto com formalina ou formaldeidos, pois formam gases toxicos.

O problema realmente do Permanganato de Potassio é que uma dosagem terapeutica (para cura) é muito proxima de uma dosagem que já seria considerada toxica, portanto seu uso requer muita atenção.

Como eu ja tinha dito antes, a água fica marron quando ele para de atuar, o ideal é quando ele mantenha o tom rosado.

Também não se deve colocar PP quando o PH estiver muito alto.

No caso de uso de uma dosagem incorreta, ficando os peixes agitados ou desorientados, podemos neutralizar os seus efeitos aplicando Água Oxigenada diretamente no aquario. Eu tenho essa dosagem, que retirei de um site da Internet, mas nunca apliquei, pois a utilizo aos poucos, agitando a água, e esperando pouco tempo até ela ficar cristalina outra vez, adicionando mais água oxigenada se necessário. A dosagem recomendada de Agua Oxigenada para neutralização é:

1,3 ml de agua oxigenada a 9% para cada 10 galões imperiais de água, água essa que foi tratada à dosagem de 2 ml/l com Permanganato de Potassio.. Quem tiver interesse é só fazer a conversão.

Eu coloco água oxigenada num aquário para ele ficar de novo com água limpa, sem os marrons ou rosados do permanganato, mas só faço isso em aquários onde eu suspeite ter algum problema, ou inicio de um ataque por bactérias, por exemplo.

Numa dosagem de 2 a 5 mg/l de PP os peixes podem ficar nessa água o tempo que quisermos, sem comprometer a saúde deles.

Já sendo considerado como um tratamento de choque, os peixes podem ficar por 30 segundos numa dosagem de 1g/l, mas prefiro a dosagem para banhos de imersão citada anteriormente de 10 a 25 ppm por 90 minutos contra parasitas protozoários e crustáceos.

É importante dizer que em muitas dessas doenças citadas anteriormente, o PP atua como um agente auxiliar na cura, pela redução do material organico, principal orgão disseminador da proliferação de bactérias, e também como um
agente para evitar infecções secundarias por parasitas.

As dosagens todas acima devem ser seguidas, mas com a pratica, tenho certeza de que somente poucas vezes será necessário fazer essas pesagens, pois eu somente fiz isso no inicio, depois, pela própria cor da água é fácil saber quando ela está boa para uso. No inicio cheguei a matar alguns peixes, depois disso, nuca mais. Mas mesmo assim tomem muito cuidado no seu uso.

Um coisa posso dizer. minhas perdas de peixes por doenças são mínimas, praticamente inexistentes, principalmente porque todo peixe novo que entra na minha casa passa antes por um processo demorado de observação e de tratamentos preventivos contra os tipos mais comuns de problemas que aflingem os guppies, e o PP tem grande influencia nisso.

Fonte: Carlos Beserra