Noções de profilaxia e manejo

A medicina de um modo geral, juntamente com a ortodontia insistem na prevenção com a melhor forma de se evitar doença. A medicina oriental, que aliás é muito eficiente, parte deste princípio. Qualquer animal recém adquirido, seja qual for a fonte, deve ser mantido em quarentena. Já vi criadores muito experientes pecarem neste aspecto (inclusive eu), a ânsia de ver os peixes nadarem junto com os outros muitas vezes trazem agentes patogênicos ou mesmo matam os peixes por não darem a eles o tempo e as condições necessárias de se ambientarem. Erros com PH, Temp. , Dh. agentes químicos, fonte de água impura tal como águas de chuva ou poço artesiano constantemente são assuntos de email de pessoas que me perguntam “porque meus peixes morreram ? ou mesmo “Eles na loja estavam nadando tão bem que não pus em quarentena!.” .Bem o resultado é a perda de meses a anos de trabalho e dedicação.

O ideal ao adquirirmos peixes e ter um aquário de quarentena com sal grosso (1 colher de sobremesa para cada 10 l, temp= 28 c, água sem cloro e de fonte limpa sem contaminantes como minerais, óxido de ferro proveniente de tubulação enferrujada etc.). Colocamos estes peixes no aquário quarentena e os observamos por 2 semanas. Uma Segunda opção seria juntar a estes peixes um peixe seu de qualidade inferior (peixe de descarte) para servir de provador. Caso os peixes após este período continuem bem inclusive o provador podemos junta-los com os demais.

Se a pessoa notar que os peixes estão com nadadeiras fechadas, nadando de forma abrupta, sem apetite, barriga seca, manchas vermelhas ou brancas, guelras abertas, escamas eriçadas, soltando fezes vermelhas sem ter dado artemia para eles, soltando vermes pelo intestino, olhos opacos , boca branca ,pequeninos ganchos agarrados no corpo feito pequenas pústulas, não defecando , barrica bem inchada sem estar grávida, somente no fundo ou na tona da água etc, são sintomas comuns de doenças .Daí aconselho a pessoa eliminar estes peixes (caso tenha outros sadios não perdendo assim a linhagem) ou senão consultar livros de doenças (temos indicações de ótimos em inglês), tentar encontrar a doença e trata-la em aquário hospital com aquecedor e ar somente.

Para desinfetar seu aquário misture água sanitária na proporção de 1:5 de água, lave o aquário e depois retire todos os resquícios de água sanitária colocando o aquário para secar ao sol e use-o imediatamente. Se a água sanitária não for retirada propriamente matará os peixes. Ela pode ser usada para limpar filtros, ornamentos etc, exceto plantas que aconselho a serem eliminadas.

Fonte: Escrito por Rodrigo Ziviani