Linhas de criação

Durante os últimos dias estive procurando artigos que apareceram em nossas publicações nos últimos anos. A maioria do material é de grande valia para os criadores. Técnicas com relação ao desenvolvimento de diferentes seleções são abudantes. De algum modo, o autor, então, volta a mencionar a introdução de outras linhagens para melhorar a linha ou para criar variações e híbridos. Enquanto essa informação é avaliada por criadores avançados, aqueles que lutam para manterem uma linhagem ficam confusos.

Recebi diversas cartas e ligações pois um criador leu que poderia cruzar seus guppys azuis com vermelhos para melhorar a linhagem. agora admito que realizar cruzamento quando necessário pode melhorar uma linhagem, mas esse não é um bom conselho para um iniciante ou alguém que trabalha com espaço reduzido.

Com pouco tempo eles ficam impacientes e perdem o interesse. Eles começam a sentir que não conseguem alcançar suas expectativas. Tentarei esclarecer algumas confusões nesse artigo. Também gostaria de ver algum "feedback" com respostas de outros criadores. Apenas escreva alguns comentários e mande para o editor. Ficarei muito feliz em lhe dar um espaço nesta publicação. Partilhando experiências é o melhor meio de alcançar sucesso no hobby.

Provavelmente mantenho muitas linhagens e muitos tanques. Mas eu sempre procuro seguir os mesmos princípios quando começo um programa de criação. Minhas linhagens básicas são resultado de um processo de criação de anos.

Lembre-se que manter informações precisas é fundamental em qualquer processo de criação. Imaginemos que você acabou de receber seu primeiro trio ou par para criação de guppies. O melhor tamanho de tanque para criação é algum com 2,5 a 5 galões(algo em torno de 10 a 20 lts, aproximadamente). Se tudo correr bem, em dentro de algumas semanas as fêmeas começarão a ter filhotes.

Tente separar cada ninhada em um tanque diferente. A alimentação apropriada para filhotes deve incluir nauplios de artêmia, enquanto trocas parciais de água semanais contribuirão para o guppy atingir seu potencial de crescimento. Quando o filhote estiver com umas 3 ou 4 semanas, deve-se remover a maioria ou as melhores fêmeas e mantê-las virgens pelos próximos meses. Do restante, você pode dispensar os machos indesejáveis e algumas fêmeas. Normalmente deixo algumas fêmeas com meus machos para manter o instito de perseguição.

Dentro de poucos meses, você já deverá ter vários tanques com jovens de várias idades. Durante o crescimento dos jovens, a escolha dos mesmos deverá ser uma tarefa diária. Essa escolha é um modo de desfazer-se dos peixes nanicos(com crescimento insatisfatório) e outros peixes menores.

Agora, sim, é hora de escolher novos procriadores. Minha sugestão é que você escolha 1 ou 2 machos da mesma ninhada. Se você tiver sorte de ter 2 machos iguais, então use o método dos 2 machos. Agora, escolheremos as fêmeas: recomendo pegar irmãs bastante parecidas da mesma linhagem mas não da mesma ninhada dos machos.

Se você tiver ao menos 3 tanques disponíveis para as novas criações, tente estabelecer 2 tanques de criações paralelas. No terceiro tanque, escolha um macho e diversas fêmeas que sejam irmãos e irmãs e tente fazer uma endogamia(cruzamento de espécies da mesma ninhada). É requerido algum conhecimento para selecionar os peixes corretos para procriarem.

O formato do corpo e da cauda é tão importante quanto a coloração ou a descendência. Lembre-se que quanto mais casais você formar mais tanques disponíveis para criar a ninhada você deverá ter. Um jeito simples de rotular os casais é criar uma letra ou um número para cada tanque de procriação.

Todos os filhotes do tanque "A" carregarão esta letra. Rotule também, com a letra, a data de nascimento dos filhotes(p. ex. A 16/07/2004). Isso irá ajudar bastante a associar cada cria com seus pais. Se você não está preparado para manter cada ninhada separada, então não siga esse método.

Uma vez que você já escolheu os casais, você poderá misturar os jovens que você não utilizou ou então descartá-los ou então até vender para uma petshop. Isso irá ajudar a você ter tanques livres. Se você pretende demonstrar alguns peixes, então voce precisará de tanques livres para criá-los e, depois, mostrá-los.

Com a linha de reprodução A e B separadamente, criar-se-á 2 linhas paralelas relacionadas. Você deverá repetir o mesmo procedimento com as ninhadas futuras. Assim uma boa porcentagem das ninhadas são tão boas ou até melhores do que os peixes com os quais você iniciou.

Depois de várias procriações desse tipo, você deverá fazer uma mudança. Você agora cruzará os peixes da linhagem A com a da linhagem B. Selecione um macho do grupo A e diversas fêmeas do grupo B e coloque-os juntos. Você também poderá colocar uma fêmea do grupo A e vários machos do grupo B. Denominamos de "back cross".

Lembre-se dos irmãos que procriaram que você escolhera pela primeira vez. Bem, agora podemos introduzi-los de volta nesse grupo de criação. Faça um cruzamento dentro do grupo de procriação consanguínea e denomine-os com uma nova letra.

Então você verá um progresso nessa sua seleção. Tudo isso pode ser conseguido sem introduzir novas variedades nessa sua seleção. Eu mantive a maioria das minhas seleções com esse método. Uma vez que você tenha compreendido o que deve ser feito para manter uma linhagem pura, você passa a não ser mais um novato.

Fonte: Escrito por Stephen Kwartler, traduzido por Rafael Diogo

 

Linhas de criação

                           

Durante os últimos dias estive procurando artigos que apareceram em nossas publicações nos últimos anos. A maioria do material é de grande valia para os criadores. Técnicas com relação ao desenvolvimento de diferentes seleções são abudantes. De algum modo, o autor, então, volta a mencionar a introdução de outras linhagens para melhorar a linha ou para criar variações e híbridos. Enquanto essa informação é avaliada por criadores avançados, aqueles que lutam para manterem uma linhagem ficam confusos.

Recebi diversas cartas e ligações pois um criador leu que poderia cruzar seus guppys azuis com vermelhos para melhorar a linhagem. agora admito que realizar cruzamento quando necessário pode melhorar uma linhagem, mas esse não é um bom conselho para um iniciante ou alguém que trabalha com espaço reduzido.

Com pouco tempo eles ficam impacientes e perdem o interesse. Eles começam a sentir que não conseguem alcançar suas expectativas. Tentarei esclarecer algumas confusões nesse artigo. Também gostaria de ver algum "feedback" com respostas de outros criadores. Apenas escreva alguns comentários e mande para o editor. Ficarei muito feliz em lhe dar um espaço nesta publicação. Partilhando experiências é o melhor meio de alcançar sucesso no hobby.

Provavelmente mantenho muitas linhagens e muitos tanques. Mas eu sempre procuro seguir os mesmos princípios quando começo um programa de criação. Minhas linhagens básicas são resultado de um processo de criação de anos.

Lembre-se que manter informações precisas é fundamental em qualquer processo de criação. Imaginemos que você acabou de receber seu primeiro trio ou par para criação de guppies. O melhor tamanho de tanque para criação é algum com 2,5 a 5 galões(algo em torno de 10 a 20 lts, aproximadamente). Se tudo correr bem, em dentro de algumas semanas as fêmeas começarão a ter filhotes.

Tente separar cada ninhada em um tanque diferente. A alimentação apropriada para filhotes deve incluir nauplios de artêmia, enquanto trocas parciais de água semanais contribuirão para o guppy atingir seu potencial de crescimento. Quando o filhote estiver com umas 3 ou 4 semanas, deve-se remover a maioria ou as melhores fêmeas e mantê-las virgens pelos próximos meses. Do restante, você pode dispensar os machos indesejáveis e algumas fêmeas. Normalmente deixo algumas fêmeas com meus machos para manter o instito de perseguição.

Dentro de poucos meses, você já deverá ter vários tanques com jovens de várias idades. Durante o crescimento dos jovens, a escolha dos mesmos deverá ser uma tarefa diária. Essa escolha é um modo de desfazer-se dos peixes nanicos(com crescimento insatisfatório) e outros peixes menores.

Agora, sim, é hora de escolher novos procriadores. Minha sugestão é que você escolha 1 ou 2 machos da mesma ninhada. Se você tiver sorte de ter 2 machos iguais, então use o método dos 2 machos. Agora, escolheremos as fêmeas: recomendo pegar irmãs bastante parecidas da mesma linhagem mas não da mesma ninhada dos machos.

Se você tiver ao menos 3 tanques disponíveis para as novas criações, tente estabelecer 2 tanques de criações paralelas. No terceiro tanque, escolha um macho e diversas fêmeas que sejam irmãos e irmãs e tente fazer uma endogamia(cruzamento de espécies da mesma ninhada). É requerido algum conhecimento para selecionar os peixes corretos para procriarem.

O formato do corpo e da cauda é tão importante quanto a coloração ou a descendência. Lembre-se que quanto mais casais você formar mais tanques disponíveis para criar a ninhada você deverá ter. Um jeito simples de rotular os casais é criar uma letra ou um número para cada tanque de procriação.

Todos os filhotes do tanque "A" carregarão esta letra. Rotule também, com a letra, a data de nascimento dos filhotes(p. ex. A 16/07/2004). Isso irá ajudar bastante a associar cada cria com seus pais. Se você não está preparado para manter cada ninhada separada, então não siga esse método.

Uma vez que você já escolheu os casais, você poderá misturar os jovens que você não utilizou ou então descartá-los ou então até vender para uma petshop. Isso irá ajudar a você ter tanques livres. Se você pretende demonstrar alguns peixes, então voce precisará de tanques livres para criá-los e, depois, mostrá-los.

Com a linha de reprodução A e B separadamente, criar-se-á 2 linhas paralelas relacionadas. Você deverá repetir o mesmo procedimento com as ninhadas futuras. Assim uma boa porcentagem das ninhadas são tão boas ou até melhores do que os peixes com os quais você iniciou.

Depois de várias procriações desse tipo, você deverá fazer uma mudança. Você agora cruzará os peixes da linhagem A com a da linhagem B. Selecione um macho do grupo A e diversas fêmeas do grupo B e coloque-os juntos. Você também poderá colocar uma fêmea do grupo A e vários machos do grupo B. Denominamos de "back cross".

Lembre-se dos irmãos que procriaram que você escolhera pela primeira vez. Bem, agora podemos introduzi-los de volta nesse grupo de criação. Faça um cruzamento dentro do grupo de procriação consanguínea e denomine-os com uma nova letra.

Então você verá um progresso nessa sua seleção. Tudo isso pode ser conseguido sem introduzir novas variedades nessa sua seleção. Eu mantive a maioria das minhas seleções com esse método. Uma vez que você tenha compreendido o que deve ser feito para manter uma linhagem pura, você passa a não ser mais um novato.

Fonte: Escrito por Stephen Kwartler,
traduzido por Rafael Diogo