Vermes do vinagre (Turbatrix aceti ou Anguillula silusiae)

Utilização:

Comida para alevins muito pequenos, ou seja, os demasiado pequenos para comerem artémia (como Ramirezis)

Criação:

Os vermes do Vinagre são pequenos nematodas encontradas em vinagre não pasteurizado. Vivem em água ácida e alimentam-se de bactérias existentes no vinagre em fermentação. Podem sobreviver por longos períodos de tempo em água alcalina (incluindo a água do aquário!) mas não se irão reproduzir. Como comida para alevins são extremamente fáceis de criar, requerem muito pouca atenção e cuidados (ou seja, podem ser ignoradas por meses e meses) e podem ser colhidas no momento. Coloque uma cultura inicial contra a luz para conseguir ver os vermes no líquido.

Para criar vermes do vinagre, é preciso um recipiente (por exemplo, uma jarra de 3 ou 4 litros com um gargalo suficientemente largo para meter uma mão), uma maçã, vinagre de cidra maçã e água. (NT: O vinagre de cidra está disponível em alguns hipermercados). Pequenos recipientes devem servir mas um de 3 ou 4 litros fornece enguias mais do que suficientes para uma pequena criação Professional.

O vinagre pode ser cortado com até 50% de água mas não mais que isso. Introduza alguns cubos de maça descascada (só é necessária um mão-cheia de cubos) e encha com vinagre e água (mais uma vez não mais que 50% de água). Coloque então metade da cultura inicial (ou “starter”). Espere pelo menos 24 horas para dar às bactérias tempo para se instalarem e coloque a segunda metade da cultura inicial. Em torno de um mês uma xícara tirada da jarra deve vir obscurecida com os vermes. Quando a mistura começar a ter um aspecto sujo (isto é, 1 cm de porcaria acumulada no fundo, o que deve levar meses) é tempo de fazer nova mistura.

Colha os vermes com duas xícaras e um filtro de café. Retire uma xícara da criação, despeje-a através do filtro. A maiorias dos vermes vão passar através do filtro mas algumas ficarão lá. Despeje água doce através do filtro e então inverta-o e despeje as enguias para um copo. Um filtro de papel (disponível em algumas drogarias) também pode ser usado. O filtro de papel evita que as enguias passem mas também demorará bastante (10 minutos ou mais) para o vinagre passar.

Deixe os vermes algum tempo no copo antes de as dar aos alevins. Tenha cuidado em lavar os vermes bem – adicionar vinagre a um pequeno aquário de criação pode fazer o pH descer subitamente com conseqüências desastrosas. Os vermes do vinagres são mais compridas que a artémia recém-eclodida mas têm um diâmetro mais pequeno – os peixes conseguem comê-las antes de conseguirem comer artémia. No aquário os vermes irão deslocar-se com qualquer corrente mas se não existir corrente irão subir à superfície (uma grande vantagem sobre os microvermes).  Informação fornecida por Greg Frazier

Fontes: encomendas por correio, clubes de aquariofilia, etc....