Mosca da fruta sem asas (Drosophila sp.)

Utilização:

As moscas da fruta são o mais próximo substituto da dieta natural da maior parte dos killies e de muitos outros peixes pequenos.

Criação:

Garrafas de dois litros de refrigerante podem ser usadas como recipientes. O meio de cultivo será uma papa instantânea a encomendar nas lojas de venda por correio (ou eventualmente em empresas que comercializam produtos biológicos para laboratório) e parece-se com purê de batata. Use o suficiente para obter uma camada de 1 a 1.5 cm de substrato no fundo da garrafa e água suficiente para obter uma consistência cremosa- embora suficientemente densa para não escorrer quando a garrafa é inclinada. A seguir, coloque duas camadas de rede de plástico fina (da que é usada nas janelas para evitar a entrada de insetos) no fundo da garrafa para que moscas e larvas tenham um local onde subir para fora da mistura. Insira algumas moscas da fruta, talvez uma dúzia. Finalmente feche a garrafa com um pano filtrante para que as moscas não possam sair e para que moscas da fruta selvagens ou outras criaturas não possam entrar.

Duas semanas mais tarde haverá moscas da fruta recém eclodidas prontas para dar aos peixes. A criação continua a produzir por cerca de duas semanas e deve ser “clonada” após seis semanas em operação. Quando o substrato, previamente cor de creme se torna escuro e tiver um aspecto “usado” será a altura para nova criação. É provavelmente mais fácil e mais seguro clonar a criação a cada 4-6 semanas e estar preparado para um eventual colapso da antiga criação.

Para alimentar os peixes abana-se com força a garrafa para retirar as moscas da zona da tampa, destape o aquário, volte a garrafa ao contrário e dê algumas palmadas despejando uma dúzia ou mais de moscas de cada vez. O substrato fica grosso o suficiente para não sair.

Atenção! As moscas não têm asas, não voam mas têm patas. Irão subir pelos lados do aquário e dirigir-se à fruta que ficou na cozinha. Poderão ser comida de peixes mas ainda são moscas da fruta. Alimente os peixes em pequenas doses.

Existem diversas linhagens utilizáveis de mosca da fruta. Algumas são inferiores a 3 mm outras são maiores que 6 mm. Umas são completamente sem asas ou têm asas vestigiais outras têm asas que são tão grandes que se se tornam inúteis.

Atenção! As moscas da fruta “sem asas” irão produzir asas funcionais se mantidas a altas temperaturas, portanto mantenha a criação em local temperado. Se isto se tornar um problema abra o recipiente no exterior e deixe as moscas com asas voarem, a partir daí certifique-se que o resto se desenvolve a temperaturas mais frias.

Dica: Um recipiente de Drosophila pode ser arrefecido num frigorífico por alguns minutos para tornar as moscas mais lentas ou imóveis. Será então mais fácil de fazer a clonagem da cultura. Os peixes, porém, talvez prefiram as moscas mais ativas.